01/05/11

SINGELEZAS





Nikon, Nikkor 105 mm, VR, Micro.

Local: Oeiras, Oeiras, Pitões de Junias.

5 comentários:

Lis disse...

Singelezas que exigem poesia:

- "... as minhas grandes saudades
São do que nunca enlacei /Asa que se enlaçou mas não voou… /Momentos d’alma que desbaratei… /Templos aonde nunca pus um altar… /Rios que perdi sem os levar ao mar…
Eu morro de desdém em frente dum tesouro,e
Morro à mingua, de excesso..."

um bom domingo e semana também feliz.
Obrigada por compartilhar flores, são lindas!
abraço

teca disse...

Elas são lindas... quanto encanto nessas imagens... eu fico sem o que dizer... a simplicidade faz mágica na minha alma!

Um beijo de emoção...

Paula Barros disse...

Este título, as suas fotos, as flores, mereciam um poema. Desses poemas que saí da alma.

A primeira foto é a minha predileta.

beijo

Cris disse...

Sencillas, frágiles, tan delicadas,
simplemente naturales.
Un abrazo Armindo
Feliz semana
Cristina

aa disse...

'Singelezas' Maravilhosas!!!
Beijos