23/05/11

SAPO-PARTEIRO-IBÉRICO



Alytes cisternasii-  Sapo-parteiro-ibérico.
  Revelando uma enorme capacidade de cicatrização, adaptação e resistência, este pequeno sapo conseguiu sobreviver à perda completa de um globo ocular.
É conhecida a faculdade que alguns destes anfíbios desenvolvem  na regeneração ou recuperação de tecidos  e membros.
Exemplos de sobrevivência.

Nikon, Nikkor 105 mm,VR, Micro.
Local: Castelo Rodrigo.

4 comentários:

Lis disse...

Os sapos ibéricos são bem mais bonitinhos que os nossos !
os olhos saltam-lhe ,talvez um só bastasse mesmo ,coitados!
tenho medo deles... rs ou do susto de te-los por perto.
Fotos sempre com qualidade, parabéns.
boa semana Armindo
um abraço

teca disse...

Que incrível! A natureza tem muito disso, de sobrevivência e adaptação!

Um imenso beijo, querido.

Tatiana Moreira disse...

Esse até que é bonitinho!
Acho a metamorfose deles um fenômeno fantástico!

Um abraço carinhoso

Linda Lourenço disse...

Boa noite ,venho deixar os meus parabéns pelo o seu trabalho fantástico que nos mostra Aqui.
Belas fotografias que nos permitem de conhecer e aprender consigo sobre a natureza e sobre as espécies em Terra Viva lindíssima!!

Um grande abraço e muito parabéns.

Linda Lourenço