30/11/10

TONS DO ALENTEJO



O Alentejo como eu sinto. Cor, silêncio, espaço e textura.

Nikon; Nikkor 500 mm (a pulso).
Local: Mourão- Alentejo.

9 comentários:

Lis disse...

Oi Armindo
"Terra da cor dos olhos de quem olha!"
mistério ,imensidão , planícies , tons de outono esmaecidos.
A mim passa saudade de casa, daquela casa antiga.
Vou tentar fazer uma aquarela já que nao posso ainda mexer com tintas a óleo.
Se ficarem bonitas te mando uma tela ok? promessa de papai-noel ou pai-natal ( pode chegar ou nao) rs
bom te-lo de volta.
abraços

Tiago Batista disse...

Na direcção do grande lago certo? =)

RicardoSilva disse...

cá estão. lindo sítio e o olhar atento e oportuno não deixou que passasse despercebido, e assim ficou registado.

muito bonitas.

Cris disse...

Oh! Armindo, estas vistas me han dejado sin palabras. De verdad...
.......
Unos segundos....
y puedo decir (siendo muy obvia pero sincera) que ya no quiero prescindir de tus imágenes.
Beijos
Cristina

ruimnm disse...

três telas magníficas, salpicadas com as cores e os cheiros de outono.

Paula Barros disse...

A vista se alonga
Nos campos do Alentejo
Se perde no infinito


Armindo, gostei de ver estas fotos, mostra uma paisagem diferente da que vi.

E gostei de saber como você sente o Alentejo.

abraço.

margarida disse...

Parece feita de lã. Mesmo captada em tempo frio parece uma paisagem quentinha.
beijinho

Lúcia disse...

Belíssimas, adorei as linhas, as cores, as etxturas...
Beijo

teca disse...

Que imagens espetaculares, Armindo! Parece que sinto o cheiro da terra...

Um beijo carinhoso.