18/11/10

SILHUETA

CHUVA, FRIO, FOME... Amarrado a uma corda, ainda mantém uma silhueta elegante.

Nikon; Nikkor 400 mm.
Local. Alcochete.

7 comentários:

Paula Barros disse...

Armindo, estou rindo. Teria eu que ser amarrada para ver se consigo chegar a uma silhueta elegante. Ah, mudar hábitos alimentares é horrível.

É uma pena ver animais amarrados.
Cerceados em sua liberdade.

beijo.

Lis disse...

Acho que a ausência da luz forma silhuetas e dá um aspecto diferente.
Nao entendo porque quase sempre que fotografo
minha gatinha na janela aparece só a silhueta .
Eu gosto mas nao foi a intençao e havia alguma luz.
O cavalo só peca por estar amarrado
rs mas deve ser por uma boa causa, o dono deve estar por perto rs caso conrário voce poderia ter o livrado da corda rs
abraço

ruimnm disse...

linda imagem, apesar da dureza da sua realidade.

teca disse...

Parece uma luminosidade de lua cheia...

Beijos...

Armindo C. Alves disse...

LIS
O problema é mesmo o cavalo estar amarrado. Ao relento, à chuva, com frio e muita fome. Uma lástima.
Não posso desamarrar,mas gostaria de amarrar o dono.

Abraço.

karelia disse...

nice!

Luis Novo disse...

Muito Boa!!