08/11/10

PASSEAR AO LUAR

Charadrius alexandrinus- Borrelho-de-coleira-interrompida.

Nikon D300S; Nikkor 200 mm.
Local: Ilha da Boa Vista- Cabo Verde.

6 comentários:

Lúcia disse...

Linda foto!

lis disse...

"Ah, a beleza que existe
A beleza que não é só minha
Que também passa sozinha
Ah, se ela soubesse
Que quando ela passa
O mundo sorrindo
Se enche de graça
E fica mais lindo
Por causa do amor ." rs

lembrei do clássico de Vinicius .
Algúem passa e passeia no seu mar.
abraço ,linda semana pra voce Armindo parabéns , foto belíssima.

Cris disse...

Sea en color, sea en escala de grises, tonos brillantes, tonos suaves, la naturaleza enamora.
Que nostalgia de paseos vividos y no vividos!.
Gracias mil por tanta belleza.
Abrazos y mi cariño también para ti.
Cristina

Paula Barros disse...

Olha a patinha, que charme!

Linda foto armindo, um momento excelente que podemos ver prefeitamente a sombra.

beijo

Juliêta Barbosa disse...

Armindo,

Há uma música do Caetano Veloso (compositor e cantor, brasileiro) chamada “Sampa” que em seus versos diz assim: “É que Narciso acha feio o que não é espelho.”

Olhando para essa imagem fico a conjecturar: se no lugar da ave estivesse o homem, o que ele estaria pensando? Seria o próprio Narciso a admirar-se no espelho d’água?

Só então me dou conta que foi você, Armindo, homem e poeta do olhar, que captou a magia desse instante e, por conta disso, eu tiro o meu chapéu e digo: Ave, Armindo! A terra precisa de mais homens iguais a você. Parabéns!

Obs: Obrigada, pela delicadeza do seu gesto.

teca disse...

Ah... que lindo...

Armindo, quando eu vejo as suas fotos, eu sinto tantas emoções... mas falar... transmitir por palavras, não é tarefa fácil para mim.

Você é sempre um mágico com as lentes... um poeta!

Beijos ternos e doces para ti, querido.