05/02/15

POR ENTRE CANIÇOS

Arrastados pelo vento, os sonhos se dissipam perdendo o ímpeto que os animava.

5/02/2015

3 comentários:

Teca M. Jorge disse...

Mas, às vezes, eles (os sonhos) são capturados por redes ilusionarias que te alimentam a imaginação!!!...

Beijo imenso.

Ana Freire disse...

E um dia, talvez os ventos mudem de direcção... trazendo os antigos sonhos de volta...
Fabulosa imagem, Armindo, ultra bem combinada com o pensamento...
Mais um post soberbo... carregado de sabedoria...
Bom fim de semana.
Abraço
Ana

Lilá(s) disse...

E lá vão também os meus sonhos!