28/09/11

FLORES

  Nas margens do Rio Vouga e Zela em Vouzela, flores simples, como as coisas belas.

Nikon D300 S, Nikkor 105 mm, VR, Micro.
Local: Vouzela

6 comentários:

Paula Barros disse...

Vim descansar a mente e os olhos, e encontro esta delicadeza.

(ainda bem que não é uma cobra, nem um sapo. kkk)

beijo

lis disse...

Oi Armindo
Quando posso gosto de subverter o real, imaginar é bem melhor que viver rs
simples assim como sao simples e frágeis as flores das margens de um rio de grande beleza como o Vouga que só mesmo na imaginação e à vista de suas florinhas posso falar sobre.
Obrigada pelo mundo paralelo que me proporciona.
"como as coisas belas" são também perfeitas!
um abraço

manuela barroso disse...

Olá!
No seguimento de uma visita a um blog, deparei co fotos maravilhosas.
Vim na "trilha" e deparo com imagens do mais belo que a natureza tem.
Ontem estive aqui.Flores simples. Mas de uma beleza incrível.Comentei.O comentário sumiu...
Hoje voltei. Mais beleza. mais raridades belas!
Permita que , com os devidos direitos de autor, eu o inclua, sempre que oportuno, nos meus blogs.
Como minhota,geresiana, como ficar indiferente a tão grande qualidade
Parabéns!

manuela barroso disse...

Ontem passei por aqui.
Quanta beleza, na quanta simplicidade!
Uma sensibilidade e arte raras.
Parabéns

teca disse...

Delicadas como a sua sensibilidade diante da natureza.
Um beijo imenso, poeta.
Te admiro infinitamente...

Cris disse...

Flores que que ofrecen belleza, flores que se abren a la esperanza con ese precioso verdor.
Lindísimas Armindo.
Un abrazo
Cristina