20/11/16

GROU

Grus grus  /  Grou

1 comentário:

Teca M. Jorge disse...

Um voo rasante aos olhos atentos do poeta... quase se confunde com a paisagem...
Beijos