02/05/13

O CÉU COMO LIMITE II (Evolução)


Fotografadas novamente vinte dias depois, (publicação de 05/04/13) dá para apreciar a evolução das árvores e as diversas fases e estágios da natureza.  Um convite à vida.

Nikon D700, Nikkor 24/70mm, F:2.8.
Local: Ribeira da Isna- Aldeia Ruiva. 

8 comentários:

✿ chica disse...

Lindo,lindo demais! E percebe-se o diro: assim na Terra como no céu! abração,chica

Paula Barros disse...

É, Armindo, e para você fotografar a natureza e encontrar belezas, parece que não tem limites.
Você está sempre nos trazendo um novo ângulo, uma beleza da natureza.
beijo

Joaquim Rodrigues Martins disse...

A natureza é fantástica, ainda bem que podemos regista-la e partilha-la.
Obrigado Armindo.

Ana Bailune disse...

na natureza, nada fica parado... lindas fotos!

Nanda disse...

É realmente um convite á vida...Lindo!
Como sempre belas fotos Armando
Bjs

teca disse...

Impressionante... impressionante a vida... impressionante sua sensibilidade... impressionante... uffff...

Beijos.

lis disse...

Significa mudança,Armindo.
É o ciclo que vamos vendo e sentindo ao longo dos dias _ a natureza resplendecendo em todas as estações_ é a transformação dos seres vivos_ as pessoas a sociedade todos evoluem,(bom se fosse sempre para se transformar como a natureza),para o bem e o belo.
Bonita comparação.
Bom descanso nesse final de semana,
todos os abraços

Lilá(s) disse...

A Natureza é assim, sempre a nos encantar, e tu estás lá para registar.
Bjs