11/07/10

GARÇA-BRANCA-PEQUENA


Egreta garzetta-
Nikon; Nikkor 500 mm.
Local: Estuário do Tejo- Alcochete.

9 comentários:

Elena disse...

Tengo la suerte de poder admirar estas garzas pués resido en Faro y son muy abundantes en el parque natural de la Ria Formosa. Estas tomas son fantasticas, felicitarle por ellas. Un saludo cordial.

teca disse...

Você é realmente esplêndido com a câmera! Olha essa segunda foto que show!

Beijos com admiração.

lis disse...

Essas pernas longas são muito elegantes Armindo
e a foto com reflexo fica lindíssima.
Li um poeta qe diz que as garças surgem leves,feitas de vôo
passam penhascos , prados , advinham a terra ,descem atraídas , sentem sede , buscam clarão de madrugadas ou de crepúsculos, não distingue a cor das horas,pisam areias virgens , imprimem sua chegada e as vezes, se animam com o assovio dos ventos . E dançam.
Nunca procuram caminhos de volta .
Mais ou menos isso , só li achei lindo, mas no momento nao lembro o nome do poeta.Vou publicar qualquer hora.
E já me alonguei por conta disso rs
Parabéns.
Lindas e poéticas as garças.
boa manhã de domingo.

- obrigada por corrigir a confusão que fiz com o nome na etiqueta.
abraços muitos

Paula Barros disse...

A garça é uma graça, é esbelta, charmosa, bela. Adoro observá-las.

Já bati fotos de garças, mas você sempre consegue uma beleza a mais.

bom domingo!

tossan disse...

Não canso nunca de apreciar a sua excelente obra fotogáfica. As pequenas vivem aqui no meu quintal. Abraço

cascarilleiro disse...

Excelentes capturas con un enfoque extraordinario.

Saludos.

calata disse...

preciosas incluso en su reflejo.

un abrazo

Cris disse...

¡Que tesoro!
Un abrazo
Cristina

ruimnm disse...

Estas aves são maravilhosas.