30/08/08

ESTEVA




Família: Cistaceae --- Nome científico: Cistus Ladanifer
ESTEVA:
Planta "tipo mato", que cresce espontâneamente mesmo em terrenos de fraca qualidade, desde o sul de França até Portugal e norte de África. O nome científico- Cistus- em grego cesto e caixa, advem-lhe do formato dos frutos, cápsulas globosas com vários compartimentos.
Planta com importância superior à que habitualmente se lhe atribui, constitui um magnífico espectáculo visual quando as suas flores revestem de branco extensos campos, formando autênticos paraísos para as abelhas que procuram o pólen com que fabricam o mel. É importante ainda na preservação dos ecosistemas, protegendo e influenciando a fixação de espécimes.
O aroma característico e intenso que libertam, advém de uma espécie de resina que a envolve, o ládano, que para além de a proteger dos rigores do clima é também utilizado na indústria como fixador de perfumes.
Destaco ainda a sua utilização como fonte de energia no aquecimento de lares e fornos durante vários séculos.
---------------------------------------------------------------------------------
Nota: Da infância... recordo o seu aroma, a sua flor e recordo ainda uma pequena planta amarelo- avermelhado, formando como que um cacho de flores, que crescia junto à sua raíz,e gulosamente comíamos- As pútegas

1 comentário:

Olhar P´ra Terra disse...

Uma das funções da fotografia é registar o momento, independentemente do ponto de vista estético. Quando se diz que "uma imagem vale por mil palavras", não estou de acordo, porque nunca está tudo dito. Existem elementos que ajudam a contar ou a narrar a história ou estórias. No caso da "esteva", todos nós associamos sempre a sua imagem ao aroma perfumado que liberta pelos campos fora.É importante relacionar a flora, com o meio ambiente. Ela sustenta um ecosistema. Parabens Armindo.